FANDOM


Pelas costas ou na nossa frente?

Por Gabriel Barreto Lacerda

Tão conhecida nos dias de hoje e mesmo assim tão pouco usada por pessoas de diversas faixas etárias, a camisinha é um método contraceptivo, o qual evita a propagação de doenças sexualmente transmissíveis (as DST's), além de evitar uma gravidez indesejada. No entanto é pouco repercutida entre jovens e por este motivo acabam tendo suas relações sexuais sem proteção, o que pode acarretar diversas consequências.

Sabe-se da existência de um projeto que visa colocar máquinas nas escolas públicas de todo o Brasil, destinadas à distribuição de camisinhas de forma gratuita para todos os jovens e como estes estão começando suas vidas sexuais cada vez mais cedo, temos que preveni-los e educá-los para que o uso do preservativo mais rentável seja cada vez mais frequente. Tendo isso como objetivo maior, estaremos distribuindo informação e em troca obteremos um índice bem menor do que o atual de adolescentes grávidas ou infectados com as DST's.

No entanto, dizem que a distribuição gratuita de preservativos para os jovens irá encorajá-los à prática, mas não acho que seja o caso, o que acontece é que, mesmo sem essa distribuição, muitos jovens já praticam sexo e implantando estas máquinas nas escolas estaremos apenas facilitando a prevenção de algo muito mais desastroso que um adolescente perder sua virgindade cedo. Sexo faz parte do curso natural da vida, alguns fazem mais cedo que outros, mas no fim das contas todos um dia farão, o que não dá é para alimentar esse tabu que cresce a cada dia, dizendo que os jovens por serem inconsequentes e imaturos não medem o tamanho das consequências de seus atos. Quantos adultos que se dizem prontos para a vida não utilizam a camisinha e acabam contraindo uma DST ou uma gravidez indesejada? Pois é, não são poucos... Então paremos para refletir. Além de estarmos distribuindo informação, estaremos abrindo uma porta para o diálogo entre pais e filhos sobre o assunto, pois a conversa ainda é a melhor forma de prevenir qualquer mal que nos possa atingir.

Apesar disso, ainda nos deparamos com a grande questão da "imaturidade adolescente". Não adianta negar que muitos jovens ainda permanecem crianças em relação ao assunto. Por isso acho que antes de implantarem as máquinas, tudo deveria se proceder de maneira tranquila, sendo que a escola teria a obrigação de oferecerem aulas de educação sexual, para fazer com que os jovens se integrem ao assunto e amadureçam, fazendo da camisinha um hábito.

Então se temos uma boa estrutura familiar, onde pais e filhos mantêm diálogo aberto sobre o assunto e uma escola que prepara seus alunos, os auxiliando adequeadamente para o despertar da vida sexual, poderemos implantar as máquinas de distribuição gratuita de preservativos, tendo para nós a certeza de que estes serão utilizados de maneira responsável pelos jovens. Afinal, é melhor estar presente e aconselhando do que tudo acontecer pelas costas e apenas fingirmos que nada disso realmente acontece, não é?!

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.