FANDOM



Mário Quintana

No retrato que me faço
- traço a traço -
às vezes me pinto nuvem,
às vezes me pinto árvore... 

às vezes me pinto coisas
de que nem há mais lembrança...
ou coisas que não existem
mas que um dia existirão...

e, desta lida, em que busco
- pouco a pouco -
minha eterna semelhança,

no final, que restará?
Um desenho de criança...
Corrigido por um louco!

__________________________________________________________________


Alusão do poema de Mário Quintana - Auto Retrato. Editar

Por: Iran de O. S. e Freitas


No retrato que me faço
- traço a traço -
às vezes me pinto nuvem,
às vezes me pinto árvore... 

Mas as nuvens se carregam.
As árvores sempre esperam,
calmas para ver,
um novo dia amanhecer.

Nos dividimos entre o mal e o bem,
sem ver o tudo ir ao além.


Alusão ao poema de Mário Quintana Auto-retrato

por: Héricles Ferreira Lima Gonçalves

Se hoje canto, é porque um dia aprendi a cantar,

se hoje toco, é porque um dia aprendia tocar,

se hoje danço, é porque um dia aprendia dançar,

se hoje eu desenho, é porque uma dia aprendi a desenhar

se hoje sou artista, é porque algum dia por artes eu quis me interessar

e no final o que restará? um desenho de crinça corrigido por um louco a caducar.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.