FANDOM


Paráfrase por Gabriel Costa Lovisi

Paráfrase

Nas páginas

de um livro matemático

o resultado de uma divisão se apaixonou

um dia doidamente por um numero escondido

olhou o seu olhar inumerável

e olhou-a por completo,

uma figura ímpar

fez da sua vida

uma reta que não cruza com a dela,

mas que um dia mudou a direção

e as retas se encontraram

“Quem é você?” perguntou ele

“Sou a reta oposta ao ângulo de 90 graus

De um triangulo retângulo”

Depois deste momento descobriram

Que juntos formavam um quadrado perfeito,

Até que um dias resolveram

Fazer a união dos conjuntos

Depois de um tempo

descobriram que o resultado não estava correto

depois da descoberta de Einstein,

tudo que era espúrio passou a ser

moralidade.


Paródia por Gabriel Costa Lovisi

As folhas tantas

Do livro matemático

Um quociente apaixonou-se

um dia loucamente
por uma falsa incógnita

olho-a com seu olhar x

e viu-a, do ápice a base,

um gráfico com um triangulo retângulo

que a hipotenusa não resultava num valor correto

descobriu que ela era uma função do segundo grau,

mas que seu gráfico não resultava em uma parábola

após um tempo descobriu que ela

não fazia parte da razão da sua vida

e assim após alguns dias suas

retas criaram um ângulo de 90 graus

e eles nunca mais se viram

conheceram novas equações

e criaram novos resultados.

____________________________________________________________________________Editar

Paráfrase do POEMA 9- Poesia Matemática (Millôr Fernandes)

Por: Bianca Modesto Coelho


Um dia ás muitas folhas do livro matemático, enlouquecidamente, um quociente apaixonou-se por uma incógnita. Ele a olhou com seu olhar inumerável e a viu, do ápice á base, uma figura ímpar: Olhos romboides, boca trapezoide, corpo octogonal e seios esferoides. Ele fez uma vida paralela a da incógnita, até que eles no infinito se encontraram. “Quem é você?”, ele perguntou com aflição radical. “Pode me chamar de hipotenusa, sou a soma do quadrado dos catetos.” E ao falarem descobriram que eram – o que corresponde a almas irmãs, em aritmética – primos-entre-si. Assim se amaram, no quadrado da velocidade da luz, numa sexta potenciação, traçando retas curvas, círculos e linhas sinoidais, ao sabor do momento e da paixão. Eles escandalizaram os ortodoxos das fórmulas euclidianas e os exegetas do universo finito e romperam convenções newtonianas e pitagóricas. E finalmente, resolveram se casar, constituir um lar. Não apenas o lar, também uma perpendicular. O poliedro e a bissetriz foram convidados para padrinhos. Eles fizeram planos, para o futuro equações e diagramas sonhando com uma felicidade diferencial e integral. E se casaram e uma secante e três cones muito engraçadinhos eles tiveram. Foram felizes até o dia em que, afinal, tudo vira sensaboria. Foi aí então que apareceu o máximo divisor comum, praticante de viciosos círculos concêntricos. Ele ofereceu a ela uma grandeza absoluta e a um denominador comum ele a reduziu. O quociente percebeu que não formava mais um tudo com ela. Uma unidade. Era o triângulo tanto chamado amoroso. Ela era a fração mais banal desse problema. Entretanto foi então que Einstein descobriu a relatividade, e tudo o que era ilegítimo, moralidade passou a ser. Aliás, como em qualquer sociedade.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.